O Grupo New Space possui, entre os seus valores e propósitos, a promoção da inclusão social e a valorização da diversidade. Dessa forma, a empresa busca profissionais no mercado de trabalho que tenham atitude e vontade de se desenvolver, independentemente de suas eventuais limitações.

Nos últimos meses, Patrícia Araújo, analista de recrutamento e seleção do Grupo New Space, realizou 220 entrevistas com candidatos PcD’s (pessoas com deficiência) para ocupar as posições de auxiliar e assistente de operações na companhia. Segundo ela, trata-se de um público difícil de acessar e é fundamental o auxílio de boas parcerias para angariar candidatos. Os concorrentes às vagas foram recrutados por meio de parceiros como as PAT’s (Posto de Atendimento ao Trabalhador) de municípios vizinhos e do CATE (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo) da Lapa, em São Paulo. Interessados também foram selecionados pelo site da NS, onde é possível cadastrar os respectivos CVs.

O bom relacionamento entre o Grupo New Space e as autarquias municipais competentes proporcionou, inclusive, um convite para acompanhar um Fórum organizado pela Prefeitura de Osasco, por meio de sua Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão. O evento abordará empregabilidade de pessoas com deficiência, cujo objetivo é reunir empresas e o Poder Público em um debate sobre como facilitar a inserção dessas pessoas no mercado de trabalho.

É de conhecimento público a Lei de Cotas (art. 93 da Lei nº 8.213/91), seguida rigorosamente pelo Grupo New Space. É necessário ressaltar, porém, que a empresa acredita ser mais importante a efetiva inclusão desses colaboradores no mercado. A legislação deve funcionar apenas um estímulo para buscar uma mudança cultural e comportamental, pois alocados em atividades compatíveis com as suas funções e dispondo dos recursos adequados, esses funcionários são tão produtivos quanto quaisquer outros.

Como a New Space promove a inclusão

A companhia oferece as mesmas condições de aprendizado e oportunidades de crescimento, sem distinção. Além disso, há uma série de iniciativas de inclusão, como o curso de libras, que é direcionado para gestores, líderes e colaboradores de áreas estratégicas. Tal ação colabora para o sentimento de pertencimento e acolhimento.

Patrícia afirma que “já contratei pessoas com cabelo azul, com piercing, com tatuagens, com orientações sexuais diferentes, com deficiências, dentre outras características, e o olhar foi sempre o mesmo: Quanto potencial estas pessoas possuem! Dessa maneira, a empresa tem a oportunidade de se inovar e fica aberta para contratar verdadeiros talentos”.

Para saber mais, visite a nossa página de carreira: https://bit.ly/2MgD0h1

Quer saber mais sobre nossos serviços?

Fale conosco







O que oferecemos